Mel C e Gloria Groove (Celso Tavares/G1/Instagram)
Mel C e Gloria Groove (Celso Tavares/G1/Instagram)

Em dia de celebração e luta, a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que aconteceu neste domingo (23), reuniu 3 milhões de pessoas na avenida Paulista, segundo organizadores. Com 19 trios nas ruas, o evento teve cerca de sete horas de duração e contou com apresentações de diversos artistas LGBTQIA+.

Principal atração do evento, Mel C subiu em no trio por volta das 14h40 deste domingo. A cantora falou sobre o momento:“Estou muito feliz de estar de volta a São Paulo, um lugar que sempre foi generoso comigo”.

Iniciando com um tom mais político, a manifestação passou pela avenida Paulista, seguindo pela rua da Consolação e finalizando no Vale do Anhangabaú, onde houve uma reunião de trios e apresentação de artistas.


Personalidades políticas e ativistas como o prefeito Bruno Covas, a deputada estadual Erica Malunguinho, a senadora Marta Suplicy, a deputada federal Sâmia Bonfim e o deputado federal David Miranda, subiram nos trios para falar sobre resistência e respeito à diversidade.

“Nós temos um presidente abertamente LGBTfóbico. Por isso, é imprescindível mostrar que seremos resistência nesse momento […] As pessoas vêm à rua demonstrar coragem por aqueles que morreram e pelos que sofrem LGBTfobia todos os dias nesse país. Vamos estar nas ruas vivos e com muito orgulho”, disse David Miranda, em entrevista ao site Universa.

Uma das atrações que também passaram pela Parada foi Karol Conká, que, ao lado de Mel Gonçalves, fizeram altos duetos com o cantor Mateus Carrilho. O trio animou o público com músicas da antiga Banda Uó, como Dá1Like e Buzios do Coração.

Além disso, quem também arrastou uma multidão foi a cantora Gloria Groove. Com toda sua animação, a drag levou para a Paulista hits como Coisa Boa e o novíssimo single, Yoyo, no qual lançou recentemente com a cantora Iza. A cantora carioca também foi uma das artistas que passou pela festa, cheia de atitude e exibindo bastante orgulho de ser uma aliada da causa LGBT+.

Também passaram pelo evento Lia Clark, Pepita, Bruna Linzmeyer, Fernanda Lima, Alinne Rosa, Jaloo e Aretuza Lovi.