Parada LGBT de São Paulo (Foto: Divulgação)
Parada LGBT de São Paulo (Foto: Divulgação)

A 22ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que acontece neste domingo (03), na avenida Paulista, trouxe alterações no trânsito, segundo Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Linhas de ônibus terão itinerários alternados e o Metrô aumentará a oferta de trens nas linhas 1, 2 e 3, que também terá vagões extras para atender o fluxo de pessoas que irão em direção ao desfile.

LEIA MAIS:


Leblon recebe 1ª Parada LGBT do bairro em novembro

Documentário sobre famosa travesti do Rio ganha sessão na Estação Queer

A Parada deve ter início a partir do meio-dia, com concentração no vão do Museu de Arte de São Paulo (Masp) em direção a rua Consolação. O evento conta com o desfile de 18 trios elétricos. Dentre eles, três são das principais patrocinadoras do evento, sendo um da Skol, que traz como principal atração a cantora Anitta, e dois da Uber com Pabllo Vittar, Preta Gil, Mulher Pepita e Lia Clark.

O desfile percorre todo o centro da cidade em direção ao Vale do Anhangabaú, o último trio deve chegar ao destino por volta das 18h, no local onde ocorrerão shows de encerramento que este ano irá trazer a valorização de centenas de artistas LGBT que, por diversas razões, não têm o devido espaço e reconhecimento de mídia e público.

DEIXE UMA RESPOSTA