Parada LGBT de São Paulo
Parada LGBT de São Paulo (Foto: Divulgação)

A participação de deficientes físicos na Parada LGBT de São Paulo, que era tímida e pouco expressiva, cresceu e esse ano promete fazer volume junto aos milhões que estarão na Avenida Paulista, no domingo (03).

Segundo informações da colunista Mônica Bergamo da Folha de S. Paulo, as inscrições de pessoas com deficiência física para participar dos desfiles da Parada em 2018 cresceu vertiginosamente cerca de 6 mil por cento e alcançou a marca de 300 inscritos. Para se ter uma ideia, em 2017 foram apenas cinco inscritos.

A companhia de dança De Rodas para o Ar, formada por cadeirantes, fará um balé durante o evento. A drag queen surda Kitana Dreams também se apresentará, entre outras apresentações de representantes dos deficientes.


A participação dos deficientes na Parada LGBT é de suma importância porque inclui no maior evento do orgulho e da diversidade, pessoas que também são muitas vezes excluídas da sociedade, não apenas pela sexualidade, mas também pele deficiência e torna o evento ainda mais inclusivo.

Confira a programação completa dos trios da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA