Parada LGBT de São Paulo (Foto: Divulgação)
Parada LGBT de São Paulo (Foto: Divulgação)

Pelo segundo ano consecutivo, o estilista e produtor cultural Heitor Werneck assume a direção artística da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que ocorre na avenida Paulista, no dia 03 de junho.

A 22ª edição do evento terá como tema ‘Eleições’, sob o seguinte slogan: ‘Poder pra LGBTI+, Nosso Voto, Nossa Voz’. A ideia, então, é mostrar, artisticamente, a necessidade do cidadão ser respeitado por meio do voto, a importância da eleição consciente e a expressão artística do orgulho de ser LGBT.

Visando a inclusão, Werneck optará por dar mais espaço aos artistas ‘anônimos’, indo contra as grandes atrações que cobram altos cachês por curtas performances. O intuito é dar espaço e valor a nomes menos famosos ou mesmo desconhecidos pelo grande público.


É uma forma de valorizar centenas de artistas LGBT que, por diversas razões, não têm o devido espaço e reconhecimento de mídia e público. Bem como no ano passado, o circo e o folclore serão forte presença em 2018. Se na outra edição dançarinos, malabaristas e afins interagiam com o público no solo, desta vez eles terão mais visibilidade também em cima dos trios elétricos.

LEIA MAIS:

Prefeitura de São Paulo autoriza inclusão de nome social em lápides de pessoas trans

Após seis meses, casamento de Colton Haynes e Jeff Leatham chega ao fim, diz site

Uma vez que Werneck comanda a festa mensal Projeto Luxúria, de temática fetichista, é bem provável que haja ainda um trio com temática BDSM; também com o intuito de desmitificar muitos tabus que permeiam os fetiches.

O viés de inclusão será abordado em diversos segmentos, tais como deficientes físicos, índios, negros e famílias, para que a festa possa ser realmente abrangente, interativa e diversa. Werneck assume ainda o comando da Feira Cultural LGBT, que antecede a Parada e ocorrerá em toda a extensão do Vale do Anhangabaú no dia 31 de maio.

Com entrada franca, o evento reúne tendas comerciais com produtos variados, servindo como vitrine de talentos do universo LGBT e conta também com praça de alimentação e um setor específico para divulgação dos trabalhos de Organizações Não Governamentais (ONGs) e demais entidades que apoiam a causa LGBT.

DEIXE UMA RESPOSTA