Parada LGBT de Londres bate recorde de patrocínios e divide opiniões

Empresas demonstram apoio à Parada LGBT de Londres
Empresas demonstram apoio à Parada LGBT de Londres (Foto: Getty Images)

Um aumento considerável de marcas parceiras foi registrado na edição deste ano da London Pride, Parada do Orgulho LGBT de Londres, que aconteceu no último sábado (08). Além de bater número recorde de público nas ruas, em torno de 26 mil pessoas. Não menos do que 50 empresas como parceiras oficias, além de outras 60 como apoiadoras decidiram patrocinar o evento, número recorde em relação as anteriores.

A presença de tantas empresas envolvidas com o desfile da diversidade, porém, levanta questões e aponta dúvidas sobre a real intenção destes grupos. Por um lado, é necessário e positivo que muitas empresas estejam ajudando no custo do evento, que não é barato e pretende se manter gratuito para todo o público. Por outro lado, algumas pessoas consideram problemático que marcas e empresas estejam muito preocupadas em vender seus produtos e não realmente se engajar socialmente com a causa LGBT.

Leia Mais:


Namorada pede policial em casamento durante Parada LGBT de Londres

PlayStation causa polêmica ao mudar perfil para apoiar Parada LGBT de Londres

Os participantes se dividem em opiniões em relação ao fato. Alguns acham que quanto mais melhor, e que a demonstração de apoio dessas empresas é válida não só pelo patrocínio, mas por oferecerem um lugar seguro para seus funcionários. Já Outros temem que a presença na Parada seja algo momentâneo, quando o ideal seria apoiar a causa durante todo o ano.

A diretora de desenvolvimento e parcerias da Pride in London, Polly Shute, ressalta: “Essas empresas representam muitas pessoas – e é importante que apoiem essas comunidades no trabalho”, avaliou.


DEIXE UMA RESPOSTA