Preta Gil cobra R$50 mil para ser coroada em Parada LGBT

Preta Gil cobrou R$ 50 mil para participar de Parada LGBT no Rio
Preta Gil cobrou R$ 50 mil para participar de Parada LGBT no Rio (Foto: Divulgação)

A segunda Parada da Diversidade, na Vila da Penha, no Rio de Janeiro está marcado para acontecer no dia 10 de setembro, e a  organização do evento foi até a Preta Gil, aliada da causa LGBT e muito amada pela comunidade, para que ela fosse coroada como rainha do evento. O cachê cobrado, porém, não permite que o ato seja realizado.

Informalmente, o convite foi feito à Preta pessoalmente no ano passado, e na ocasião ela havia adorado a ideia, segundo os organizadores. Porém, agora, depois de entrar em contato com a equipe da cantora, veio o baque: ela só iria se fosse paga um valor de R$50 mil.

“Explicamos que ela só precisaria vir, ficar pouco tempo, dizer algumas palavras. Daríamos toda a estrutura para que Preta fosse coroada. Não seria um show. Quem participa da parada não recebe nada. Vem pela causa mesmo que está sendo defendida”, concluíram.


Leia Mais:

Preta Gil e Pabllo Vittar gravam clipe de parceria no Rio

Post de policial de NY em apoio a comunidade LGBT viraliza nas redes sociais

Depois de saber da situação, o jornal Extra entrou em contato com o escritório de Preta Gil para pedir mais informações sobre o motivo da cobrança. “Estamos fechando um show para o mesmo dia. Não dá para dispensar um com cachê por causa de outro sem receber nada”, foi explicado, mas apenas para o jornal; os organizadores não chegaram a saber dessa justificativa.

Os organizadores da manifestação LGBT também ofereceram outras duas datas para poder contar com a presença da cantora, que, até o momento, aparecem em aberto na agenda da artista, mas ainda assim foram negados.


DEIXE UMA RESPOSTA