Celebre os corpos
Celebre os corpos (Foto: Matilda)

Vivemos em uma sociedade que está cada vez mais pluralizando sua visão do mundo e como a aceitar formas diferentes do que lhe foi educado. Comportamentos passados já não são mais aceitos e preconceitos não são mais tolerados.

Por conta disso, é importante aceitar que ser diferente é normal e que as diferenças fazem com que cada um seja especial da forma como é. As pessoas não precisam seguir um padrão e muito menos, ter que esconder sua própria identidade para se adequar a um.

Gostos e estilos também não precisam, necessariamente, seguir uma tendência do momento, já que cada vez mais, a liberdade individual da escolha – e da sua própria essência, impera na forma de construir a sua própria imagem. É importante que a saúde mental seja levada a sério e que a desconstrução de um perfil ideal de medidas impostas por uma sociedade antiga, não obrigue ninguém a se adequar a falsas ‘perfeições’.


Celebre o corpo como uma forma natural da vida. Encare suas medidas como um caminho de sua felicidade. Não precisa se curvar diante de um padrão, para que suas curvas sejam aceitas, pois a sua mentalidade é a primeira a te dar a sua devida aprovação. Uma cabeça desconstruída, é uma vida evoluída. Contemple todos os corpos!