Xuxa
Xuxa (Reprodução)

Nesta semana, a apresentadora Xuxa Meneghel falou à Revista Vogue sobre polêmicas de sua vida pessoal e carreira, e desabafou sobre as críticas sobre o seu 1° livro infantil de conteúdo LGBTQI+.

A apresentadora relembrou os mitos sobre não ter casado com o pai de sua filha, Sasha Meneghel. “Não ter o pai da Sasha ao meu lado fortaleceu o que sempre falavam: que eu gostava de mulheres, não prestava, era uma prostituta de luxo, etc… Aos 50 resolvi “casar” sem cartório ou festa e, novamente, não sou bom exemplo, já que digo que estou feliz e com cara de bem comida ao lado do homem que escolhi. Isso choca? Sim, choca, porque para muitos, eu não tenho direito de ter uma vida sexual depois dos 50”, afirmou Xuxa.

A comunicadora também explicou o destino da arrecadação de suas obras escritas. “Não ganharei dinheiro algum com esses livros. Todos os meus royalties serão doados para santuários que resgatam animais vítimas de maus-tratos por todo Brasil, e ainda para a Aldeia Nissi, em Angola, que inclusive é evangélica”.


Para finalizar, Xuxa mandou um recado àqueles que continuam criticando suas atitudes e trabalhos em prol do bem. “Não querem ajudar? Não atrapalhem! O mundo não precisa da sua ignorância, do seu desamor. E eu? Vou continuar rezando meu pai nosso “afastai-me de todo mal, amém”.