A autora J.K Rowling autora da saga Harry Potter irá doar um livro dela autografado para ajudar campanha de combate ao HIV
A autora J.K Rowling autora da saga Harry (Foto: Divulgação)

A Warner Bros, responsável pela produção e distribuição de toda a franquia Harry Potter, se pronunciou nesta quarta-feira (10), sobre a polêmica envolvendo transfobia de J.K. Rowling no Twitter.

Em um texto enviado à imprensa, a empresa reafirmou seu compromisso com o enfrentamento contra o preconceito, além da defesa da diversidade. Além disso, a Warner disse defender a “empatia e a compreensão” de todas as comunidades.

“Valorizamos muito nossos contadores de histórias que dão tanto de si para dividir suas criações conosco. Reconhecemos nossa responsabilidade de mostrar empatia e defender a compreensão de todas as comunidades e pessoas, particularmente aquelas com quem trabalhamos e aqueles que alcançamos com nosso conteúdo”, disse o comunicado.


J.K. Rowling tem sido alvo de cancelamento virtual há meses, desde quando fez comentários considerados transfóbicos em suas redes sociais. Na última semana a escritora voltou a ser destaque após defender a teoria sobre gênero biológico.

“Se sexo não é real, não existe atração entre pessoas do mesmo sexo. Se sexo não é real, a realidade vivida por mulheres ao redor do mundo é apagada”, disse JK em uma publicação.