O estudante Rian Augusto Rosa
O estudante Rian Augusto Rosa (Facebook)

O estudante Rian Augusto Rosa, de 17 anos, deu entrada na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas, no interior de São Paulo, após ter sido covardemente espancado pelo ex-namorado do menino com quem ele está se relacionando.

De acordo com a família da vítima, o suspeito do crime teria ficado com ciúmes ao saber que Rian estaria se envolvendo afetivamente com seu ex e o agrediu violentamente. Ainda, o agressor contou com a ajuda de um primo.

Ao G1, Almir José Rosa, pai de Rian, disse que o filho vinha recebendo ameaças pelo celular enquanto ele estava na escola na terça-feira, (04). Quando o estudante saiu da instituição de ensino, foi atacado pelos dois suspeitos.


Leia mais:

Bruno Miranda, de Amor & Sexo, exibe volume avantajado em clique de sunga

Marido de Leonardo Vieira relembra viagem com o ator para o Canadá

“Ele saiu da escola e o rapaz levou o menino para bater nele. Assim que saiu, já agrediram ele. Disseram que foi soco e chute na cabeça, tanto é que [Rian] passou por cirurgia. Uma colega dele ligou para mim, dizendo o que tinha acontecido, que ele estava desmaiado”, contou o aposentado.

Ainda segundo os familiares, nenhum colega de escola ajudou a afastar os agressores, que só pararam o espancamento após a vítima ficar inconsciente. Nenhum policial também foi visto no local.

“Deveria ter ronda escolar, ronda da prefeitura, cadê os amigos que não separaram essa briga? Agora, não adianta perguntar o que eu quero, porque a vida do meu irmão está correndo risco e ninguém vai trazer de volta. Faltou policiamento”, disse Nélida Sanchez Garcia, irmã do estudante.