Em tempos conservadores, versão brasileira de RuPaul’s Drag Race pode ser engavetada

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Divulgado em meados de 2017, o projeto de trazer o formato de RuPaul’s Drag Race para o Brasil corre o risco de ser engavetado. O formato comprado pela Endemol Shine e anunciado com certo entusiasmo tem encontrado certa dificuldade para sua execução no país.

De acordo com o jornalista Fernando Oliveira, da rádio Jovem Pan, em tempos conservadores no Brasil executivos acreditam que seria muito difícil emplacar o programa por aqui.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A emissora que exibiria a atração também é uma incógnita. Apesar do interesse inicial não houve avanços. A saída encontrada pelos organizadores é o interesse do Multishow em bancar a produção.

LEIA MAIS:

Pabllo Vittar ostenta corpo sarado em ensaio sensual

Anitta virou uma estátua em tamanho Real

Outro impasse que a implantação da versão brasileira do reality sofre é sobre quem irá apresentá-lo. Nome mais cotado, Pabllo Vittar recusou o convite. Paulo Gustavo chegou a demonstrar interesse, mas as conversas não foram para frente.

Silvetty Montilla e Lorelay Fox também chegaram a ser levantadas. Outra possibilidade seria a própria RuPaul comandar o programa. O estilo adotado seria aquele já utilizado pela Record, com o Budy Valastro, no Batalha dos Confeiteiros.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio