Bandeira LGBT sangrando
Bandeira LGBT sangrando (FOTO: Divulgação)

Na madrugada desta quinta-feira (23) uma travesti foi surpreendida por criminosos, agredida e ainda teve seus pertences queimados. O crime ocorreu no bairro Jardim Camburi, em Vitória. Ela foi agredida por quatro pessoas.

Na Assistência Social encaminhamos essas pessoas para que elas possam trabalhar a superação na Escola da Vida e tem o acompanhamento social e psicológico para que elas possam ser reinseridas nas suas famílias e comunidades”, informou a secretária, Iohana Kroehling.

Representando uma população muitas vezes marginalizada e em situação de vulnerabilidade, outra travesti foi alvo recentemente. A transexual Manuela de Cássia foi morta a facadas dentro de seu apartamento, em Milão.


A Secretaria da Diversidade chegou a emitir uma nota sobre o ocorrido.“todo e qualquer ato de violência e intolerância”, reafirmando ainda “seu compromisso com a construção de uma sociedade justa e inclusiva, sem discriminação e com respeito à dignidade humana”.