Veluma Oliveira com professoras
Veluma Oliveira ao lado das professoras Amanda Danuello e Flavia Bonsucesso (Foto: Reprodução)

Aos 44 anos de idade, a transexual Veluma Oliveira é dona de uma história incrível de superação. A empregada doméstica perdeu os seu pai assassinado aos 9 anos de idade, e se viu na obrigação de lutar pela vida de forma intensa, e hoje, está apresentando a ler e escrever.

Segundo O Tempo, a atual pandemia fez com que a mulher perdesse o seu emprego, mas independente disso, corre atrás de ajuda e de cestas básicas, que inclusive, foram doadas pela Universidade Federal de Uberlândia.

Um dos sonhos de Veluma era de aprender a ler mensagens no WhatsApp, já que antes só enviava áudios. Além disso, ela deixa claro que está bem pertinho de realizar algo simples, mas que sonhava há bastante tempo.


“Mas agora tem muita coisa que eu vejo o texto no Facebook, vou juntando as letras e estou conseguindo (entender). Tem que ter objetivo e força de vontade”, afirmou dona Veluma.