Tokinho sobre preconceito: “nunca abaixei minha cabeça”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tokinho está no auge de sua carreira, e atuando como dançarino na equipe de festa “Open Farra”, conversou com a revista Quem, e abriu o jogo sobre a sua vida pessoal e as dificuldades vividas ao longo de sua trajetória.

“Nunca abaixei minha cabeça. Mas a maturidade me fez mais empoderado. Evoluir na minha vida pessoal e profissional, fez com que eu hoje não aceite a falta de empatia das pessoas. Já sofri assédio, bullying. Não é porque sou comediante que podem fazer tudo comigo”, iniciou ele.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em seguida, o famoso confessou que já recebeu propostas ousadas dos internautas. “Já recebi vários tipos de propostas indecentes, nesse meio tem de tudo. Estou lindo, livre, leve e solto. A procura de um príncipe encantado que não vire sapo (risos)”, disse o influenciador.

Por fim, o gato argumentou sobre a sua nova vida no Rio de Janeiro. “A vinda pro Rio não foi algo planejado, mas tive muito apoio da minha amiga Nicole Bahls, que abriu minha mente para muitos novos projetos e várias ideias”, finalizou o famoso.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio