Tokinho revela que sofria homofobia nos bastidores do Pânico: “Me davam chutes e pontapés”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quarta-feira (2), Tokinho, um dos “personagens” mais amados das redes sociais, revelou em entrevista ao site Pheeno, que a sua experiência trabalhando no programa “Pânico” não foi das mais agradáveis.

Ex-dançarino de Tati Zaqui, o famoso revelou que foi convidado para integrar o elenco da atração da Band após a gravação de um quadro ao lado da cantora. Questionado sobre ter sofrido homofobia nos bastidores do programa, Tokinho foi direto ao ponto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Sempre rolava algo assim do tipo… Eu não vou negar que tinha situações que dava pra sentir. Era na zoeira, mas aquele tipo de zoeira que tinha verdade… Era bem sério. Hoje eu não fico mais calado, eu consigo falar, me expressar, não permito mais certas situações como no passado”, contou.

Tokinho também revelou que tomou vários pontapés, chutes e tapas na cara durante as gravações, mas que naquele momento ele permitia porque era o formato das brincadeiras do programa e que a produção era muito querida com ele. Contudo, pondura que muitos funcionários nos bastidores, tinha atitudes ‘escrotas’ que era perceptível a homofobia.

Confira a entrevista de Tokinho ao site Pheeno:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio