Clara Gallo, em Todxs Nós (Reprodução)
Clara Gallo em Todxs Nós (Reprodução)

A discussão sobre o a não-binaridade vai invadir a tela da TV a partir deste domingo (22), com a estreia da série Todxs Nós. A produção vai contar a história de uma jovem que se identifica como pansexual e não-binária.

Em entrevista ao site Adoro Cinema, os produtores e atores da série falaram sobre as expectativas da estreia e também sobre como aprenderam a lidar com este novo olhar sobre a diversidade.

“Todxs Nós não é exatamente sobre a autodescoberta de ser não-binário, mas é sobre a vida de uma pessoa. Estamos contando a história de modo a trazer um questionamento para todos, mas a questão é que o espectador pode começar a pensar, mesmo não se identificando como não-binário. ‘Por que tudo é binário? Por que eu tenho que me comportar como um homem?'”, declarou a atriz Clara Gallo.


Para a atriz Julianna Gerais, apesar de ser uma ficção, a série conta também com um papel educativo, ao abordar um assunto pouco discutido na sociedade, gerando empatia e fazendo com que as pessoas compreendam o assunto com mais facilidade.

“Acredito que isso torne o conteúdo fácil de ser compreendido. O importante é que a existência dessas pessoas seja sabida, que existem outras formas de se relacionar com o mundo”, disse Julianna.