Internautas criam petição para volta de botão LGBT, após proibição de trans no serviço militar

Internautas pedem volta do botão LGBT no Fcebook, como protesto contra Trump
Internautas pedem volta do botão LGBT no Fcebook, como protesto contra Trump (Foto: Divulgação)

O anúncio da proibição do alistamento de pessoas transgêneros nas Forças Armadas dos Estados Unidos, feito pelo presidente Donald Trump, na semana passada, segue repercutindo negativamente. Desta vez, um grupo de internautas se uniu para pedir ao Facebook que retorne com o botão de “orgulho”, lançado em comemoração ao mês de Orgulho LGBT em junho, como forma de protesto a decisão do republicano.

Para isso, uma petição online foi criada e já conta com mais de 13 mil assinaturas, pedindo para que o Facebook habilite o recurso da bandeira LGBT novamente. A ideia é que as pessoas possam lotar o perfil de Trump com a reação, além de ser uma expressão de visibilidade e luta em qualquer outro post da rede social.

Leia Mais:


SAIU! Assista ao clipe de Sua Cara; com Anitta e Pabllo Vittar

Disney censura beijo gay em filme para TV

O Facebook não se pronunciou sobre o pedido, mas curiosamente, diversos internautas perceberam que a reação de orgulho já estava aparecendo em algumas postagens. Uma delas foi a do quadrinista e ex-vocalista do My Chemical Romance, Gerard Way, na qual ele demonstrou seu apoio à comunidade LGBT.

Não só isso, mas o próprio post de Trump anunciando a proibição também recebeu algumas reações dessas.


DEIXE UMA RESPOSTA