A humorista Tatá Werneck
A humorista Tatá Werneck (Foto: Divulgação/Multishow)

A comediante Tatá Werneck aproveitou a participação de Gloria Groove em seu programa de quinta-feira (12) para se desculpar por piadas de teor transfóbico que fez durante a atração. A apresentadora mencionou a artista Linn da Quebrada, que já havia criticado a postura da famosa no programa Lady Night, por meio do Twitter.

Tem uma coisa de que “ah, todo mundo erra”. Mas têm coisas que não são erros, são crimes. A comunidade LGBTQI+ é a que mais morre. Quando eu sou transfóbica, estou falando de pessoas assassinadas. Estou sendo criminosa. Eu fiquei na m****. Se eu falo errado, milhões de pessoas também vão falar. E não tem o pretexto da piada porque não é engraçado. Não é piada, é crime”, falou.

“A Linn da Quebrada falou comigo e eu falei “me ajuda”, porque eu nem sabia o que tinha feito. Eu gostaria de pedir desculpas e dizer que quero muito poder usar esse espaço para falar as coisas corretas, porque eu não faço mais do que a p**** da minha obrigação”, disse.


“aii eu nao dou conta mais d assistir lady night e lidar com tanta transfobia enraigada. nunca houve nenhuma travesti ou pessoa trans no programa, a nao ser pelos comentarios equivocados & preconceituosos das convidadas. e aee @Tatawerneck , ja deu neh?!”, escreveu Linn, em março deste ano.

“nao eh a primeira vez que vejo no programa lady night, comentários transfóbicos vindo de convidadas, erro de pronome, onde nao há qualquer correção ou qlq ação vinda da @Tatawerneck . qdo há alguma coisa há reiteração. eh como se isso realmente nao importasse +”, continuou.