Alianças-casamento LGBTQIA+ (Foto:Reprodução)

Na última quarta-feira (08), o governo da Tailândia aprovou uma lei, que reconhece a união entre pessoas homossexuais, com os mesmos direitos legais. Entretanto, a aprovação total depende do Parlamento.

Se a benção for aprovada, a Tailândia que é um país cheio de pessoas budistas, e a maioria conversadoras, será o segundo país na Ásia a aceitar união entre pessoas do mesmo sexo, segundo o Público PT.

“A lei de união civil é um passo importante para a sociedade tailandesa na promoção de direitos iguais e no apoio aos direitos dos casais do mesmo sexo, para que possam formar famílias e viver como parceiros”, disse a porta voz do governo, chamada de Ratchada Thandirek.


Vale lembrar, que no interior de São Paulo, Campinas, uma empresa foi condenada a pagar 28 mil reais de indenização, após negarem a realização de um casamento gay, com um discurso preconceituoso.