Parada LGBT Suíça
Parada LGBT Suíça - foto reprodução CTCT

O Conselho Nacional da Suíça aprovou o casamento igualitário nesta manhã por uma maioria esmagadora. A questão será agora submetida à Câmara do Alto Parlamento Suíço, ao Conselho de Estados, ou potencialmente votada por referendo. As informações são do CockTails and CockTalk.

As organizações LGBT+ disseram que ficaram “satisfeitas e aliviadas” com a aprovação após décadas de campanha. O Conselho Nacional aprovou o casamento igualitário por 132 a 52 votos a favor e contra respectivamente tendo 13 abstenções.

O projeto garante total igualdade, incluindo acesso à doação de esperma e reconhecimento dos pais. Embora a Suíça ofereça parcerias civis a casais homossexuais desde 2007, isso não dá aos casais do mesmo sexo os mesmos direitos de se casarem.


“Filhos de casais do mesmo sexo teriam os mesmos direitos que filhos de casais heterossexuais. Finalmente, não seria mais necessário passar por procedimentos absurdos, longos e caros de adoção até que a criança tenha dois pais e durante os quais ela esteja completamente desprotegida quando a mãe biológica morrer”, disse Salome Zimmermann, presidente do Comitê.

Embora a nova legislação ainda não esteja confirmada, a conselheira nacional e a ativista de direitos LGBT + Kathrin Bertschy é positiva: “Como parlamentares, temos o dever de finalmente reconhecer a realidade das famílias do mesmo sexo e fornecer proteção legal. Estou muito feliz com esta decisão positiva do Conselho Nacional e espero que o Conselho dos Estados também vote a favor da verdadeira igualdade”.