Bandeira LGBT (Foto Ilustrativa)
Bandeira LGBT (Foto Ilustrativa)

Nesta quinta-feira (27) a Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas LGBT (SUBLGBT) lançou uma cartilha cujo intento é explicitar sobre os direitos LGBTs de mulheres lésbicas e bissexuais. O projeto compõe a semana da Visibilidade Lésbica no Mato Grosso do Sul, que será comemorada até o dia 30 de agosto.

“Lançamos essa cartilha hoje porque infelizmente, ainda culturalmente, a orientação sexual e a identidade de gênero são marcadores sociais que geram preconceito e discriminação, ou seja, o fato de uma mulher ter a sua orientação sexual como lésbica ou bissexual joga ela ainda mais para a invisibilidade, e isso não é uma novidade, as mulheres historicamente foram silenciadas”, começa Leonardo Bastos, subsecretário.

“Nossa proposta é disseminar informações, para que essas mulheres possam acessar seus direitos”, finaliza o representante, conforme estipulou o portal Acrítica. O principal objetivo da cartilha é trazer entendimento ao público LGBT.


“Esse evento está alinhado as nossas ações da campanha Agosto Lilás, porque a violência doméstica e familiar contra mulheres lésbicas ou entre mulheres lésbicas ela ocorre no mesmo nível de intensidade das relações heterossexuais, só que muito mais cruel porque se soma aos aspectos de preconceito e discriminação devido a orientação sexual. Nós trabalhamos a prevenção à violência doméstica contra todas as mulheres, respeitando suas especificidades, na sua diversidade”, diz a subsecretária Luciana Azambuja.