Rua de Fortaleza homenageia Dandara, travesti assassinada

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O assassinato da travesti Dandara dos Santos, em fevereiro, no Ceará, chocou o país e toda a comunidade LGBT, e acabou virando tema de documentários e protestos no país inteiro.

Assim, para homenagear a travesti que foi brutalmente morta, a Câmara Municipal de Fortaleza aprovou um projeto que denomina uma rua no Bairro Bom Jardim de Dandara Ketley. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O caso Dandara não pode ser esquecido, é simbólico e justo lembrar o que aconteceu em forma de homenagem e de resistência, por isso a comunidade LGBTI agradece e apoia essa ação”, afirmou Mitchele Meira, da Liga Brasileira de Lésbicas.

Em abril de 2018, cinco acusados pelo crime foram condenados. Na época, a homofobia ainda não tinha sido criminalizada, então o crime foi qualificado como homicídio por motivo torpe (fútil).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio