Quase um mês do desaparecimento de travesti família pede justiça

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A travesti Mari de Bastos Lima de 37 anos trabalhava em três empregos, um deles como pizzaiola em uma pizzaria no Mato Grosso do Sul. Parte do dinheiro era enviado a família de Mari que vive em situação humilde no Maranhão.

Há 10 anos Mari saiu do Maranhão para Mato Grosso do Sul em busca de melhores condições de vida. Batalhou e se qualificou, onde conseguiu seus três empregos e sua casa própria, e tinha planos de visitar a familia na cidade natal.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Seu sumiço segundo o site de notícias do G1 foi no dia 8 de Janeiro às 23h30, ela desapareceu após seu expediente na pizzaria. As últimas pessoas a estarem com ela já foram ouvidas, polícia acredita na morte da vitima porém como não encontraram o corpo caso segue sem conclusão. O misterioso caso está sob investigação da Polícia Civil.

A família de Mari em vídeo para TV Centro America aparecem com cartazes questionando seu desaparecimento, pedindo justiça enquanto sua mãe segue sofrendo e lamentando desaparecimento da filha.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio