Foto ilustrativa

Em meio à pandemia global, o mundo desacelerou e o recomendado foi que as pessoas permanecessem em casa, conforme suas disponibilidades, para impedir a proliferação do vírus. Para muitos, isso significa ficar 24 horas por dia com seu cônjuge. Conviver não é fácil, e alguns driblam os percalços inevitáveis buscando, digamos, outros beijos. E, no cenário atual, outras conversas.

Ashley Madison, plataforma líder em relacionamentos extraconjugais, é um desses métodos – e um modo bastante popular. Para os brasileiros que procuram um novo romance ou alguns encontros virtuais cheios de vapor, a empresa divulgou uma lista das principais cidades do país para casos extraconjugais cibernéticos durante a quarentena e Brasília conquistou o primeiro lugar.

Esses casos extraconjugais virtuais servem como uma válvula de escape para indivíduos que lidam com pressões crescentes no casamento e na vida doméstica”, aponta Paul Keable, diretor de estratégia da Ashley Madison. “Com o aumento das taxas de divórcio nos países que iniciaram a reabertura, oferecemos um caminho alternativo para ajudar as pessoas a lidar e, finalmente, ajudar os casais a preservar o casamento depois que a poeira baixar”.


  1.   Brasília, DF
  2.   Manaus, AM
  3.   São Paulo, SP
  4.   Goiânia, GO
  5.   Campo Grande, MS
  6.   Curitiba, PR
  7.   Guarulhos, SP
  8.   Campinas, SP
  9.   Rio de Janeiro, RJ
  10. Belo Horizonte, MG
  11. Porto Alegre, RS
  12. João Pessoa, PB
  13. São Bernardo do Campo, SP
  14. São Luís, MA
  15. Salvador, BA
  16. Santo André, SP
  17. Duque de Caxias, RJ
  18. Recife, PE
  19. Teresina, PI
  20. Natal, RN