Propaganda política da Rússia gera polêmica ao abordar casais gays

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um vídeo de uma campanha política da Rússia tem sido acusado de homofobia, após ironizar e mostrar, de forma caricata, a vida de um casal gay que decide adotar uma criança no país.

O vídeo faz parte da campanha para a reforma da Constituição da Rússia, que vai ser votada no próximo dia 1º de Julho. A propaganda questiona “Qual o país que você quer para o futuro”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lançado no VK, rede social mais popular na Russia, a peça publicitária se passa no ano de 2035, quando um garoto é adotado por um uma nova família. Ao ser recebido pelo pai, o menino descobre que está sendo levado para a casa de um casal gay.

“Esse é a sua nova mãe. Mas não se preocupe, nós seremos uma família de verdade”, diz um dos personagens, apontando para seu esposo, que aparece com maquiagem e pronto para presentear a criança com um vestidinho.

Vale destacar que a votação para a Constituição da Rússia também fala sobre a possibilidade de prolongar a permanência do presidente Vladimir Putin no poder do país, que teria o quarto mandato chegando ao fim em 2024.

Putin é um dos grandes defensores de uma sociedade mais conservadora. Esta nova Constituição do país iria prevê que a instituição casamento seria apenas formada por um homem e uma mulher. Excluindo toda e qualquer formula de família que fuja deste padrão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio