Professores vestem saia para apoiar aluno expulso por gostar da vestimenta

Movimento Roupas Não Têm Gênero (#LaRopaNoTieneGenero) tem ganhado força

Publicado em 9/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O movimento Roupas Não Têm Gênero (#LaRopaNoTieneGenero) foi lançado pelo professor de matemática José Piñas em novembro, na Espanha, após um aluno ser expulso de uma escola simplesmente por gostar da vestimenta. O brado reverberou a ponto de repercutir na imprensa mundo afora.

Segundo jornais, um estudante da cidade de Bilbao, município espanhol, chamado Mikel Gomez foi expulso de sua escola, cuja diretoria recomendou que ele fosse encaminhado para um consultório psicológico por gostar de usar saias.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesse sentido, em apoio à diversidade, alguns professores resolveram se apropriar da vestimenta, especialmente para mostrar que roupa é algo particular, que corresponde estritamente ao gosto do sujeito.

“Uma escola que educa com respeito, diversidade, co-educação e tolerância. Vista-se como quiser! Nós nos juntamos à campanha #clotheshavenogender”, disse o educador, Manuel Ortega, por meio de um tuíte.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio