Parada LGBT (Foto: reprodução)

Em razão da pandemia do novo coronavírus, muitos eventos grandiosos foram cancelados. Desse modo, a Parada LGBT e o Carnaval de 2021 não ficaram de fora das alterações. O prefeito Bruno Covas reiterou que a primeira atração não acontecerá e a segunda será adiada.

Apesar de uma queda [nos registros de casos e mortes] e de a cidade estar evoluindo no Plano São Paulo, nós ainda estamos enfrentando a pandemia. Então os anúncios de hoje são de cancelamento de grandes eventos”, disse Covas em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes nesta sexta-feira (24). 

No ano passado a Marcha para Jesus juntou 3 milhões de pessoas e trouxe um benefício econômico para cidade de R$ 217 milhões. A organização da Marcha já afirmou que não fará em 2 novembro de forma presencial. Nos próximos dias vão apresentar para a prefeitura outro formato que não será de forma presencial”, disse Covas.


Vale lembrar que diante do cenário atual Taiwan é único país do mundo a realizar a Parada LGBT. Em outros lugares, o evento também ocorreu, porém de forma on-line em respeito às normas da saúde.