Eduardo Leite volta a falar de Bolsonaro: “não pedi votos”

O governador ainda respondeu sobre Lula e o atual presidente

Publicado em 17/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após demonstrar apoio ao presidente Jair Bolsonaro em 2018, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite do PSBD, comentou sobre a sua decisão de quatro anos. Segundo ele, na época, não houve um opinião concreta sobre o ‘desgoverno’ que ele poderia fazer.

Era um caminho muito difícil. A volta do PT ao poder parecia um mal maior naquele momento. Eu menosprezei de fato a capacidade de fazer o mal do Bolsonaro. Eu não considerava… especialmente não sabíamos que haveria uma pandemia em que esta crueldade do presidente se apresentasse fatal, como se apresenta, com perdas de vidas“, disse ele ao jornal “Valor Econômico.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na sequência, o político declarou que não apoiou a presidência de Jair; “Fiz uma declaração de voto, e não fiz campanha casada, não fiz material, não pedi votos. Apoiar é pedir votos. Foi bem diferente [do Doria], bem diferente; e do que meu principal adversário no Rio Grande do Sul, o então governador [José Ivo] Sartori [do MDB] fez“, revelou.

Ao concluir, quando questionado sobre em quem votaria entre Bolsonaro e Lula, Eduardo afirmou que não quer esse cenário. “Se ela acontecer, vamos discutir lá na frente que tipo de posicionamento acontecerá. Lula não vai cicatrizar as feridas deixadas abertas por Bolsonaro porque está na raiz da divisão“, apontou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

G Store

MOLETOM PRIDE BRASIL

Comprar

CADARÇOS PRIDE

Comprar

PRIDE UNDERWEAR - COLORS

Comprar

MACACÃO PRIDE SUMMER FLAMINGO

Comprar

SHORT PRIDE

Comprar