Donald Trump (Foto: AP Photo/Alex Brandon)
Donald Trump (Foto: AP Photo/Alex Brandon)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a causar entre a classe artística do país. Desta vez Trump fez ataques direcionados às estrelas internacionais Beyoncé, Jay-Z e Bruce Springsteen.

Já em campanha para a próxima eleição, Trump relembrou durante um discurso no estado de Minnesota, sobre a quantidade de artistas que chegaram a apoiar a candidatura de Hillary Clinton, em 2016.

“Eu não preciso de Beyoncé e Jay-Z. Eu também não preciso do pequeno Bruce Springsteen e todas essas pessoas”, declarou Trump, que nos últimos tempos tem recebido diversas críticas sobre políticas para transgêneros.


“O Springsteen aparece para tocar duas canções e depois vai-se embora… E toda a gente vai embora com ele”, completou o presidente, sendo recebido por toda a plateia com aplausos. (veja vídeo abaixo)

A má relação dos artistas citados com o presidente dos EUA ocorre desde a última eleição do país, quando Jay-Z fez duras criticas ao político. Inclusive, o rapper já chegou a chamar Trump de racista. O último posicionamento do artista contra o presidente ocorreu após o republicano afirmar que “países africanos eram lugares de merd*”.