Polícia Militar
Polícia Militar Foto:reprodução

Um motel em Piauí foi cenário de uma cena, que infelizmente é comum no Brasil. Apesar das melhorias, o território nacional ainda é um dos países que mais cometem violência contra a comunidade LGBTQ+. Um policial foi suspeito de agredir uma travesti.

A situação começou, devido ao homem, ter se recusou a pagar a conta do programa, e começou a quebrar coisas do quarto. Ele estava acompanhado de uma travesti, armado ameaçou atirar.

De acordo com a Cidade Verde, funcionários e clientes ouviram o barulho e ficaram completamente assustados e desesperados com a confusão. A ocorrência foi atendida pelo 8° Batalhão do Estado do Piauí.


Uma nota divulgada pela Quartel Geral, declara que o policial não era de Piauí e que a situação fora resolvida no local.
“A Polícia Militar do Estado do Piauí informa que a ocorrência em uma pousada de Teresina foi resolvida no local, onde as pessoas envolvidas efetivaram o pagamento dos débitos existentes, e não registramos a presença de nenhum policial militar do Estado do Piauí.”