Amaro Gomes aplicava golpes em homens gays (Reprodução/TVGlobo)
Amaro Gomes aplicava golpes em homens gays (Reprodução/TVGlobo)

A polícia de São Paulo prendeu na última semana um homem especializado em aplicar o “boa noite, Cinderela”. O homem utilizava aplicativos de relacionamento para encontrar vítimas.

Conforme informações da polícia, o homem, identificado como Amaro Gomes, sobrevivia dos crimes há pelo menos 13 anos. Ele é suspeito de aplicar golpes não só em São Paulo, como também em outros estados.

Para aplicar os golpes Amaro usava aplicativos de encontros, onde se passava por Gil. Suas vítimas sempre eram homens com idade acima dos 50 anos e com vida financeira estável.


Ainda segundo a polícia, após se encontrar com as vítimas, Amaro contava com a ajuda de um taxista, que também foi preso na operação. A prisão dos dois ocorreu depois de uma investigação de quase dois meses.

A dificuldade em encontrar Amaro acontecia pela falta de denúncias sobre o caso. Por conta da sexualidade, muitas das vítimas tinha vergonha e acabavam não procurando as autoridades.

Em entrevista ao Fantástico, uma das vítimas relatou o episódio: “Quando voltei a mim, o celular não estava, o relógio que estava no pulso não estava mais. Tive um desfalque aí em cartões de crédito e contas bancárias”.