Bandeira LGBT
Bandeira LGBT (Foto: divulgação)

Alguns ativistas ultranacionalistas de Georgia tentaram atrapalhar a exibição de um filme com temática homossexual. Porém, o conflito acabou desencadeando na prisão de mais de 25 pessoas, que entraram em embate com as forças de segurança.

A manifestação foi intensa, militantes acusaram o filme, And Then We Danced, de ser um afronte à fé. Nesse sentido, bloquearam as ruas no lado de fora de um cinema no centro da capital, na sexta-feira (8), antes da exibição da trama.

“Não é apenas um filme. É um insulto à nossa fé, às nossas tradições e a tudo que é sagrado para nós”, disse Guram Damenia, que se manifestou fervorosamente contra a exibição.


O filme em questão retrata a história de dois homens georgianos, que são dançarinos de Ballet e acabam se gostando. Porém, isso já foi suficiente para causar a ira de tradicionalistas, que protestaram até com cruzes e outros símbolos religiosos.