Empresas LGBT
A pesquisa ainda revelou que pessoas brancas têm mais privilégios (Foto Ilustrativa)

Um estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que o Brasil precisa de maiores aplicações de políticas públicas que promovam a diversidade.

Conforme informações do jornal Estado de Minas, foi apontado que pessoas brancas têm salários maiores, sofrem menos com o desemprego e ainda são a maioria entre as pessoas que frequentam o ensino superior.

Além disso, no levantamento encabeçado pela Elancers – especialista na produção e análise de sistemas de recrutamento e seleção – realizado com 10 mil empresas, mostrou que uma a cada cinco organizações são contrárias a contratar homossexuais para certos cargos.


A pesquisa, que envolveu 2.075 recrutadores e foi feita de forma on-line, teve cerca de 1,5 mil respostas. Dentre os participantes, a maioria são mulheres e pouco menos da metade têm idades entre 26 e 35 anos.

Apesar da notícia negativa, vale lembrar que com o passar dos anos, questões sobre a diversidade têm entrado mais em pauta e empresas têm se mostrado mais abertas. Inclusive, pesquisas revelam que apoiar a causa LGBT gera retorno financeiro e boa imagem para empresas.