HIV
HIV (Foto Ilustrativa)

O vírus HIV foi descoberto há mais de 40 anos, o que não tem a ver relativamente com o preconceito, pois a falta de conhecimento sobre o vírus, ainda é grande.

Uma pesquisa do projeto que luta contra o HIV-Prevent Acess Campaing revela dados chocantes e retrógrados e um preconceito disparado. O estudo afirmou que cerca de 30% dos indivíduos não soropositivos entre 23 e 36 anos não interagiriam com alguém soropositivo.

Em torno de 28% dos entrevistados evitariam abraçar, dialogar e ter uma relação com alguém que tenha o vírus. 34% das pessoas disseram que não apertariam as mãos ou compartilhariam alimentos, bebidas ou objetos com pessoas soropositivas. Apenas 31% das pessoas sabiam que indetectável significa que a pessoa com o vírus HIV não transmite, e 50% das pessoas ainda acreditam que o vírus possa ser transmitido mesmo quando alguém tem a carga viral indetectável.


É válido enfatizar que a maioria das pessoas que aderem ao tratamento diário, e estão indetectáveis, não transmitem o vírus nem pelo sangue ou pelo esperma. Figuras famosas como a princesa Diana, Madonna e Elizabeth Taylor já militavam naquela época para informarem que o HIV não se transmitia como a sociedade insistia em achar.

“Apesar dos avanços científicos e décadas de ativismo e educação para o HIV, os resultados destacam uma tendência perturbadora: os jovens adultos predominantemente não estão sendo informados de maneira eficaz sobre os princípios básicos do HIV”, disse Bruce Richman, da Prevention Access Campaign.