Passageiros se unem para defender vítima de homofobia em ônibus

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao retornar da Parada LGBT de Manchester, na Inglaterra, um homem foi agredido verbalmente diversas vezes por uma mulher idosa que utilizava o mesmo ônibus, mas passageiros se uniram para defendê-lo. Caso foi registrado em vídeo. 

Após ouvir o passageiro comentar sobre a Parada que havia acabado de terminar, ressaltando sobre como se sentiu orgulho de ter participado e levado conscientização sobre questões como o HIV/AIDS para os participantes, a mulher de cerca de setenta anos gritou em direção a ele, chamando-o de palavras como “nojento” e “veado”. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O passageiro, que utilizava uma camisa escrito “homofobia é crime”, esperou a senhora acabar o ataque e então a respondeu: “você têm a liberdade de ser quem você quiser ser. Todos nós temos, especialmente neste fim de semana”. 

Após alguns minutos, entretanto, a senhora voltou aos ataques, ainda mais alto. O motorista do ônibus, então, pediu para que ela se acalmasse e tomasse cuidado com as palavras. Outros passageiros também se manifestaram em defesa do rapaz, até que as violações cessaram. Pessoas contrárias à comunidade LGBT também se reuniram para se manifestar contra a Parada do Orgulho LGBT em Manchester este fim de semana. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio