Funcionários Latam
Funcionários expulsando homofóbico em voo da Latam (Reprodução: Twitter)

Na última segunda-feira (14), um passageiro que estava dentro de um avião da companharia aérea da Latam, foi expulso do voo após chamar o comissário de bordo de “viadinho.” O ocorrido viralizou na internet.

Após o anúncio de expulsão do homem preconceituoso, o avião precisou retornar a base da Polícia Federal, para ajudar na situação. Segundo o Pheeno, o individuo com o nome não identificado ainda acordou irritado e chamou o comandante do voo de “viadinho de bosta.”

No final das contas, o causador do problema foi finalmente retirado do avião que estava em Guarulhos, rumo à Fortaleza.


Pelas redes sociais, a empresa aérea se pronunciou e deixou claro não suportar homofóbicos. “Esclarecemos que foi solicitado o apoio da Polícia Federal para realizar o desembarque de um passageiro do voo LA3333 (São Paulo/Guarulhos – Fortaleza) da manhã de hoje (14) em função de comportamento indisciplinado. Repudiamos veemente qualquer tipo de ofensa e qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa”, iniciaram eles.

“Estamos à disposição. Reforçamos ainda que seguimos os mais elevados pradrões de segurança, atendendo rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais”, concluiram.

Confira: