A chef Paola Carosella
A chef Paola Carosella (Foto: Divulgação)

Nesta semana, o ex-participante do Masterchef Brasil 4, da Band, Léo Santos, recorreu às redes sociais e culpou a jurada Paola Carosella pelo linchamento virtual que sofreu após deixar o reality gastronômico. Léo foi tratado pela edição como o vilão da temporada de 2017.

Paola havia questionado em seu perfil no Twitter, o que era ser uma pessoa “cancelada” pelas redes sociais, após receber várias mensagens de haters por ter feito comentários criticando alimentos industrializados e a obesidade infantil. Léo, então, decidiu compartilhar o tweet da chef de cozinha com o seu questionamento.

“Pois qualquer ex-master pode te explicar. É sofrer uma porrada de hate, é ter as frases ditas usadas fora de contexto contra a gente. É ser material de criação de conteúdo de alguém. É ver as pessoas sentirem prazer em te humilhar publicamente, mesmo você tentando só fazer algo bom”, explicou o ex-competidor do MasterChef.


“É abrir o celular para ver uma rede social e só ter crítica, bullying, xingamento, é sofrer ameaça, ver a vida virar um inferno. No básico, é isso. Mas você supera, chef. [Se] A gente consegue, você também consegue, forças!”, completou o ex-participante.

Abel Chang, outro participante da quarta temporada do reality da Band, aproveitou a oportunidade para alfinetar a colega de Henrique Fogaça. “Na internet, é uma musa inspiradora pela sua constante luta e militância nas causas sociais. Nos bastidores, [é] que mais me fez mal na vida. Não recomendo”, escreveu Chang.

Paola não rebateu as acusações dos ex-participantes em seu perfil no Twitter.