Parlamento declara UE como zona de liberdade LGBT+

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ano passado, o posicionamento anti-LGBT+ do presidente da Polônia, Andrzej Duda, não agradou a alta cúpula da União Europeia. Após inúmeros ataques autocráticos advindos dos governos de Polônia e Hungria a essas pessoas, o Parlamento Europeu aprovou nesta quinta-feira a iniciativa de declarar a União Europeia (UE) como zona de liberdade LGBT.

“O Parlamento Europeu não tolerará o discurso perigoso dirigido contra milhões de pessoas que apenas querem amar ou formar uma família”, comentou o eurodeputado liberal Pierre Karleskind, autor da proposta

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, o Parlamento Europeu condenou a Polônia por violações aos direitos LGBT+ e exigiu que a União Europeia tome medidas cabíveis contra a política de cerceamento de direitos do país.

Em 2019, por meio de uma resolução, o Parlamento Europeu bateu o martelo contra as “zonas livres de ideologia LGBT”, na Polônia. Desse modo, serão condenados atos que atentem contra minorias sexuais e a Dignidade da Pessoa Humana

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio