Papa Francisco
Papa Francisco (Foto: reprodução)

Muita gente acredita que religião e homossexualidade não se correlatam, porém, o Papa Francisco já deu diversas declarações pedindo mais respeito e tolerância a todos, sem quaisquer empecilhos.

Desta vez, por meio de um filme lançado nesta quarta-feira (21), de acordo com a Reuters, o líder católico enfatizou que um casal LGBT, assim como qualquer outro, deve ter o direito de consolidar o matrimônio na esfera civil.

Pessoas homossexuais têm o direito de estar em uma família. Elas são filhas de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deveria ser expulso (dela) ou transformado em miserável por conta disso”, destacou o pontífice no documentário “Francesco”.


“O que nós temos que criar é uma lei de união civil. Dessa forma, eles ficam legalmente protegidos. Eu me posiciono por isso”. A declaração logo repercutiu na web e dividiu a opinião de tradicionalistas.