Pabllo Vittar
Pabllo Vittar (Reprodução/Time)

Pabllo Vittar perdeu a ação de danos morais contra a Serasa, após a empresa divulgar uma campanha baseada em sua briga com Anitta. A artista pedia uma indenização de R$ 120 mil.

Em sua decisão, a juíza Carolina Bertholazzi, da 3ª Vara Cível, concluiu que os danos causados a imagem de Pabllo não foram causados pela publicidade da Serasa, mas sim pelo suposto áudio vazado de Anitta.

Além disso foi apontado que em nenhum momento a Serasa mencionou o nome da cantora em sua publicação, usando como ferramenta informações que eram públicas sobre a desavença entre as cantoras.


Conforme informações do site Uol, agora Pabllo terá que pagar os honorários dos advogados, fixados em 10% do valor do processo: R$ 12 mil. Em acordo com a empresa, a artista vai pagar R$ 6 mil de honorários.

Para quem não lembra, no final do ano passado a Serasa lançou uma campanha publicitária, onde usava a polêmica entre Pabllo e Anitta, para divulgar sua nova plataforma de acerto de dívidas.

Na época, o caso chegou a ser criticado até pela própria Anitta, que fez um longo desabafo no Instagram. A funkeira afirmou que a empresa estaria banalizando o fato de conviver com dívidas.