Pabllo Vittar (Foto: Reprodução/Instagram)
Pabllo Vittar (Foto: Reprodução/Instagram)

Nesta semana, a cantora brasileira Pabllo Vittar decidiu se posicionar sobre diversos temas atuais como a pandemia do coronavírus e a comunidade trans do Brasil.

Em entrevista ao Estadão, Pabllo enfatizou que não realizaria shows no formato drive-in, porque nem todos os brasileiros possuem um veículo para participar de um evento assim. “Como eu vou subir num palco pra drive-in? Quem tem carro no Brasil? Não tem como eu subir num palco sabendo que tem um monte de gente que não está nem podendo trabalhar”, falou a famosa.

Pabllo também aproveitou o espaço para desabar sobre a onda de conservadorismo que avança atualmente no Brasil. “Quando a pessoa é muito conservadora e ela acredita nessa postura, que não pode ver ninguém com autenticidade, conseguindo fazer sucesso. É a mesma coisa que falar pra mim que não existe transfobia no Brasil, que é o país que mais mata as pessoas da comunidade.”


A cantora também revelou que a fama lhe possibilitou a alcançar lugares que ela jamais pensaria que fosse possível. “Hoje meu trabalho chegou em todo o Brasil e me possibilitou ser quem eu sou atualmente. A minha voz tem ecoado para outros países e eu fico muito feliz e muito orgulhosa”, falou Pabllo.