Núbia Óliiver
Núbia Óliiver(Reprodução)

Com a barriguinha sarado de fora, Nubia Oliiver voltou a causar polêmica nas redes sociais, e desta vez, com um assunto bastante inusitado. Na ocasião, a modelo que ficou conhecida nos anos 80, comentou sobre podolatria, fetiche pelos pés.

“Vocês sabiam que a #podolatria é o fetiche mais praticado do mundo? Sim, ele é. Dentro dele existem muitas variações de práticas que permitem aos praticantes sentirem prazer de modo mais específico e bem adaptado às suas necessidades”, iniciou ela, explicando sobre o assunto.

“São desejos bem diversificados, e hoje vou apresentar, o #trampling, ele é um fetiche sexual que envolve um indivíduo submisso sendo pisoteado por outra pessoa, ou por um grupo de pessoas. Normalmente, o pisoteamento tem como dominante uma mulher. Ela caminha sobre seu “escravo sexual”, quer com os pés descalços ou com sapato de salto alto, dependendo do fetiche de seu “escravo”. A mulher caminha sobre diversas partes do corpo masculino, como costas, rosto, pescoço e até sobre os órgãos genitais do parceiro”, disse a famosa.


Vale lembrar que, há poucos dias a musa surgiu em um clique bem inusitado, e mostrando o dedo do meio, fazendo ‘carão’, comentou sobre a valorização de seu próprio corpo.

Confira:

View this post on Instagram

Vocês sabiam que a #podolatria é o fetiche mais praticado do mundo? Sim, ele é. Dentro dele existem muitas variações de práticas que permitem aos praticantes sentirem prazer de modo mais específico e bem adaptado às suas necessidades. São desejos bem diversificados, e hoje vou apresentar, o #trampling, ele é um fetiche sexual que envolve um indivíduo submisso sendo pisoteado por outra pessoa, ou por um grupo de pessoas. Normalmente, o pisoteamento tem como dominante uma mulher. Ela caminha sobre seu "escravo sexual", quer com os pés descalços ou com sapato de salto alto, dependendo do fetiche de seu "escravo". A mulher caminha sobre diversas partes do corpo masculino, como costas, rosto, pescoço e até sobre os órgãos genitais do parceiro. A prática sexual produz intensos sentimentos de controle para o amante dominante e sentimentos de humilhação e frustração para o "escravo" que concordou com este tipo de jogo sexual. Em comparação com outros fetiches sexuais, o pisoteio produz excitação sexual pelo fato de que a pessoa submissa é pisado e, desta forma, ela é subjugada e humilhada quando está debaixo dos pés de sua amante. Quando o trampling não está ligado ao desejo de provocar dor no parceiro (e ele próprio não deseja sentir dor), esse fetiche deve ser praticado com muito cuidado, principalmente quando a mulher decide usar salto alto. Nesse caso, o pisoteamento deve ser feito com cuidado e calma. Uma dica bacana leva em consideração os pés femininos: como muitos homens têm fetiche com essa parte do corpo feminino, unhas bem feitas e pés lisinhos são sempre bem-vindos! De resto, é só deixar a fantasia rolar solta e aproveitar o contato íntimo entre ambos. Fonte: vilamulher.com.br Tenho um perfil de podolatria, @nubiafeet, segue lá! #Foto @marcomaximofotografo #Produção @juhirschmann #Make @florha_makeup_hair #Look @mv_store_oficial ⠀ . #feet #feetporn #podolatriabrasil #feticheporpes #cheiroso #feetstagram #pode #pesdemulher

A post shared by NUBIA OLIIVER 🅰️+ (@nubiaoliiver) on