Miss Universo Filipinas 2021 é a primeira bissexual e não binária a vencer o concurso

"Às vezes sou Beatrice/Bea, outras vezes, sinto que sou Luigi. É sobre ser feminino e masculino ao mesmo tempo" disse Bea

Publicado em 01/10/2021 14:24
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quinta-feira (30), a modelo Beatrice Luigi Gomez superou outras 27 candidatas durante a noite de coroação do Miss Universo Filipinas e terminou o evento sendo a vencedora da coroa. A vitória de Beatrice se tornou um dia histórico, não somente para o concurso, mas também para a comunidade LGBTQIA+, afinal, ela é a primeira participante abertamente bissexual a vencer a competição, além disso Gomez é não binaria e queer.

Bea, como a modelo é chamada por seus amigos, irá representar as Filipinas no Miss Universo 2021, que acontecerá em dezembro deste ano, em Israel. Logo após ter sido coroada, passou a receber críticas, principalmente vindas de pessoas religiosas, no entanto, a rainha da noite nunca se deixou ser intimidada pelas críticas as quais recebe.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2020, Gomez fez uma publicação através de seu perfil no Instagram falando a respeito desses tipos de comentários. “Quando as pessoas me condenam porque dizem que não é o que a Bíblia diz, de alguma forma sempre me lembra que ser capaz de dizer quem eu sou no palco, na frente de milhares de pessoas, era o que Deus queria que eu fizesse” disse.

Ao falar sobre as pessoas da comunidade LGBTQIA+ que sofrem discriminação, em uma matéria publicada pelo Cebu Daily News, a Miss Universo afirmou que espera que essas pessoas deixem de passar por esse tipo de situação. “Assim como todos esperam no LGBTQIA +, eu aspiro por aceitação e inclusão — especialmente direitos iguais e proteção para a geração mais jovem, que muitas vezes sofre com bullying e diferentes formas de violência. Eles são deixados à própria sorte, especialmente aqueles que são oprimidos pelos próprios pais” afirmou Bea.

Também em uma publicação, Beatrice disse se identificar tanto com o masculino, quanto com o feminino ao mesmo tempo, “Às vezes sou Beatrice/Bea, outras vezes, sinto que sou Luigi. É sobre ser feminino e masculino ao mesmo tempo” disse em publicação.

Foto: Reprodução
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

G Store

MOLETOM PRIDE BRASIL

Comprar

SUNGA COLORS

Comprar

CAMISETA PRIDE HEART - LONG

Comprar

BONÉ PRIDE HEART

Comprar

MOCHILA PRIDE BRASIL

Comprar