Após fazer uma live no Facebook para anunciar seu novo namoro, Maurice Willoughby, 20 anos, viu sua vida pessoal viralizar e ser atacada na internet. Tudo isso por estar namorando uma mulher transgênero.

“Vocês podem dizer o que quiser sobre Faith e eu realmente não me importo se ela não é “passável”. Eu não me importo se ela não nasceu mulher, ela é uma mulher e eu a amo por quem ela é. Se vocês escutassem sua história, ficariam motivados… Eu estou feliz e vocês deveriam estar felizes por mim.” Desabafou nas redes sociais.

View this post on Instagram

No matter how shitty the times are in which we live, sometimes you find something out and you’re just like, how could this happen? how could we let this happen? The couple in this photo is beautiful Reese and his girlfriend Faith. Reese was a black cisgender male, his girlfriend Faith, is a black transgender woman. Over the weekend Reese killed himself after the relentless taunting, bullying, mocking and disrespect he received after publicly proclaiming his love for his girl, and you know what breaks me about this? Is that when it comes to discussing the weight of transphobia and homophobia in the black community, especially amongst those who should speak up on it, all you hear is crickets? It’s no secret that every community has its issues no matter how beautiful the painted picture is, but damn we oppressed people are still out here oppressing our own people? don’t say black lives matter if that bracket doesn’t include black trans people and mental health in the black community, Reese fucking DM’d ME, and when I responded I never got a response back, this is garbage, and this hurts, Reese I’m so sorry, Faith, I’m so sorry, I lové you, I lové ya’ll, we lové you, we lové ya’ll. This is so trash, and I hate everything about this. IGNORANCE , HATRED AND TOXIC MASCULINITY KILLED OUR BROTHER. Rest in all power family, a lot of our sisters are up there with you.

A post shared by Yves (@the_yvesdropper) on

Maurice e a namorada, Faith.

O vídeo foi compartilhado tantas vezes que atingiu mais de 15.000 visualizações. Nos comentários, Maurice era vítima de bullying e humilhado por estar se relacionando com uma mulher trans, Faith. Para Maurice, que já lidava com questões de saúde mental, como a depressão, o ódio recebido através dos comentários foi fatal.


Após a notícia do suicídio, seus amigos saíram em defesa de Maurice. “Ele estava sendo humilhado o tempo todo” um amigo disse. “De onde nós somos, se você ama uma mulher trans, e você é negro, todo mundo vai comentar sobre você, xingar você e até tentar te matar”.