Bandeira LGBT sangrando
Bandeira LGBT sangrando (FOTO: Divulgação)

Uma Parada do Orgulho LGBT foi alvo de ataques de extremistas de direita na tarde deste sábado (20), na cidade de Bialystok, na Polônia. Está foi a primeira vez que um evento do tipo aconteceu na região.

Conforme informações da agência de notícias AFP, após a confusão cerca de 15 pessoas foram presas e ouvidas pela polícia, para prestar esclarecimento sobre os ataques LGBTfóbicos.

Através de vídeos publicados nas redes sociais durante o final de semana, é possível visualizar diversos homens gritando palavras de ordem, agredindo LGBTs e até queimando bandeiras do arco-íris.


A Parada, que contou com cerca de 800 pessoas pelas ruas de Bialystok, acontece logo após uma grande campanha contra a “ideologia LGBT”, se tornar destaque nas próximas legislativas no país. No mês passado a cidade de Varsóvia também fez uma manifestação para lutar pelos direitos LGBT+.