Igreja Anglicana
Igreja Anglicana [Foto: Reprodução/Getty Images

Assunto muito discutido na sociedade atualmente, a igreja Anglicana surpreendeu ao orientar professores e funcionários a respeitarem a identidade de gênero das crianças que estudam nas escolas as quais controlam.

A medida foi tomada como forma de combate ao bullying, que deve ser erradicado em todas as suas mais variadas maneiras. Segundo o arcebispo da Cantuaria, Justin Welby, a discriminação pode levar a profundos danos à vida desses jovens “a níveis altos de desordens mentais”.

Leia Mais:


Deputado homofóbico renuncia após flagra de sexo gay

Padre expulsa jovem LGBT que estava “vestida como mulher” em missa na Colômbia

Ao jornal The Independent, o religioso afirmou que com a decisão esperam dar maior dignidade a todas as crianças. “Essas diretrizes ajudam as escolas a oferecerem a mensagem cristã de amor, alegria e celebração de nossa humanidade sem exceção ou exclusão”, explicou.

Ainda na publicação, o bispo disse que a iniciativa está acima dos ideais cristãos, e que as convicções da igreja em referência ao casamento entre pessoas do mesmo sexo e a prática homossexual continuam sendo condenadas pela instituição como sempre aconteceu.