Monica Iozzi
Monica Iozzi (Reprodução)

Por meio de um bate-papo no Conversa com Bial, desta madrugada, a atriz Monica Iozzi trouxe à tona vários assuntos políticos e destacou que Bolsonaro abarca todos os discursos odiosos possíveis.

“Se você for na Alemanha, você vai ver que não há espaço na TV para pessoas que relativizam o Holocausto”, falou Monica. “Eu acho que a gente precisa começar a ter esse tipo de intolerância em relação ao discurso de ódio. Às vezes têm coisas que não podem ser toleradas”, emendou.

“A minha vontade sempre foi de denunciar, de mostrar como é possível que nós tenhamos um parlamentar com esse nível intelectual, e não estou falando de fazer faculdade, mas sim de ter o domínio básico para exercer um cargo público, e o Jair Bolsonaro não tem isso”, enfatizou a famosa, aludindo à época do CQC, 2009 a 2013, quando Bolsonaro teve um espaço para proferir absurdidades.


“O Bolsonaro engloba todos os discursos de ódio em uma pessoa só. Então, a gente precisa começar a olhar para esses discursos com total intolerância, que é o que fazem na Alemanha com o nazismo. Não vamos dar voz a uma pessoa que diminui os negros e que defende violência contra LGBT”, finalizou Monica.