Michelle Visage The Guardian
Michelle Visage: Foto - Suki Dhanda/The Guardian

Michelle Visage quer criar uma série de TV com sua própria versão do Drag Race com mulheres trans e bio queen, drags performadas por mulheres cis.

Em uma entrevista ao The Guardian, a lendária juíza disse que todas as drag queens podem fazer o teste para o programa, não apenas homens cisgêneros, apesar dos comentários controversos de RuPaul sobre o assunto em 2018.

Ele disse que mulheres biológicas e mulheres trans após a transição não têm permissão para competir, apesar de vários participantes do programa terem participado como trans, incluindo Peppermint, Gia Gunn e Monica Beverley Hills.


Michelle disse: “Quero dizer, eu sou [uma bio drag], então tecnicamente estamos no programa. Eu adoraria. Eu realmente adoraria ter minha própria versão – com drags biológicas e mulheres trans. Todo mundo é bem-vindo ao teste – nós simplesmente não temos muitas drags performadas por mulheres cis.”

Ela continuou dizendo que entende “que a transição é maior de um macho robusto para uma drag queen, contra uma fêmea para uma drag queen. Mas isso não exclui a arte das bio drags.” Michelle então mostrou ao entrevistador sua tatuagem na coxa que dizia “drag queen”.

Ela explicou: “Porque é assim que eu sou e é assim que eu me identifico. Ru disse o melhor: você nasceu nu e o resto é uma chatice. É verdade. Nós nos tornamos outra pessoa. Este é meu escudo, minha fantasia de super-herói. Quando coloco minha maquiagem, sinto que posso enfrentar o mundo.”