Imagem do vídeo feita pela vítima (Foto: Reprodução)

Em Goiânia, uma transexual foi vítima de transfobia em um motel na última quarta-feira (15). Segundo a vítima, um médico conhecido por ser agressivo, teria lhe agredido, e dado um corte intenso na região do supercílio

De acordo com o É mais Goiás, a vítima alegou que foi duramente violentada após recusar um pedido completamente inusitado envolvendo sexo, e bastante contrariado, o médico teria lhe dado um corte.

Ainda segundo informações da vítima, o homem teria jogado uma toalha para cobrir o machucado em seu corpo, já que percebeu que estava sendo filmado, e no ato, teria supostamente tentado o tempo todo impedir a gravação.


Os nomes de ambos não foram revelados, e ainda de acordo com as informações, as tentativas sexuais do médico com a moça, envolviam beijo grego e mão dentro do ânus.