Imagem da Atleta Mayssa Pessoa
Atleta Mayssa Pessoa (Foto: Reprodução/Instagram)

A goleira da seleção brasileira de handebol, Mayssa Pessoa, de 36 anos, revelou durante uma entrevista, sobre as dificuldades e preconceito ao assumir sua sexualidade. Ela também contou que sua mãe descobriu que a filha era lésbica após uma reportagem na televisão.

Em entrevista ao Universa, do UOL, Mayssa Pessoa disse: “Minha mãe descobriu que sou lésbica pela televisão. Depois de uma partida nas Olimpíadas de Londres, nossa equipe de handebol foi dar uma entrevista para muitos repórteres. Um deles me perguntou, na lata: ‘Mayssa, você é homossexual?’. Eu era inexperiente, mal soube como responder aquela pergunta…“.

Mayssa Pessoa também falou sobre o preconceito e aceitação dos fãs e colegas de clube. “Chegando Na Rússia, em Volgogrado, ninguém falou nada. Sabia que os técnicos, as colegas do clube, os torcedores não aceitavam minha homossexualidade, mas sempre me respeitavam. Foi na Romênia que o bicho pegou…“, disse Mayssa, que completa: “Quando a gente viajava para jogar contra outros times, fora de casa, era diferente: os torcedores adversários não respeitavam. Quando chamavam meu nome para entrar na quadra, eles vaiavam, faziam mímica de macaco, gritavam, me xingavam de lésbica”.


Depois de um ano nessa situação, fui convidada a ir em um programa de televisão aberta de lá e falei sobre isso. Contei o que vinha sofrendo, fiz um desabafo. Acho que as pessoas se comoveram. Quando deixei a Romênia estava enfim sendo respeitada“, relata

Ao final, ele faz um reflexão de tudo o que já passou ao se aceitar sexualmente. “Sou uma pessoa completamente diferente depois de tudo. Eu tinha medo, me escondia. Hoje me sinto livre“, diz.